Início » Eleições » Pesquisa eleitoral 2020 – O que é? Como é feita? Margem de erro

Pesquisa eleitoral 2020 – O que é? Como é feita? Margem de erro

A pesquisa eleitoral é um artifício importante antes e durante uma eleição, influenciando diretamente em campanhas políticas dos candidatos e na votação da população.

Aqui, falamos sobre como funciona a pesquisa eleitoral 2020. Confira e aprenda de uma vez por todas esse assunto, que é muito frequente entre candidatos e eleitores.

Pesquisa eleitoral

O que é uma pesquisa eleitoral?

Trata-se de uma pesquisa que levanta e registra a intenção de voto da população, indicando potenciais ganhadores em um determinado momento da disputa eleitoral.

É justamente por isso que a pesquisa eleitoral pode apresentar resultados diferentes durante o período que antecede a votação, já que a intenção de voto pode mudar até o fim da campanha.

Existem dois tipos de pesquisa eleitoral. Um deles é o quantitativo, no qual se estabelece um número de pessoas a serem entrevistadas para antecipar um possível ganhador. Normalmente, é a opção mais realizada.

O outro tipo de pesquisa eleitoral (realizado com menor frequência) é o qualitativo, que tem como finalidade descobrir a motivação de um grupo a votar em um candidato específico.

Como a pesquisa eleitoral 2020 é feita?

Cada instituto de pesquisa adota uma metodologia para realizar o levantamento. Mas, de modo geral, todas trabalham com o conceito de amostragem, ou seja, de obtenção de uma amostra da intenção de voto.

Para ter essa amostra, o instituto de pesquisa calcula seus resultados com base em opiniões de grupos com mil a quatro mil pessoas, que são abordadas na rua ou em casa.

Nessa abordagem, o entrevistador questiona a intenção de voto de maneira direta, sem estimular uma resposta a determinado candidato, o que ajuda a garantir a objetividade e precisão do resultado da pesquisa eleitoral.

Assim que finalizada a etapa inicial de levantamento de respostas, a pesquisa eleitoral segue para uma segunda fase, que é a de checagem. Nela, pelo menos 20% do grupo entrevistado é consultado novamente para atestar a intenção de voto, o que aumenta a confiabilidade da pesquisa.

Margem de erro da pesquisa eleitoral

A margem de erro indica a confiabilidade da pesquisa eleitoral. Quanto maior a margem, menos confiável será a pesquisa. Agora, se a margem for reduzida, ela será mais confiável.

Normalmente, as pesquisas eleitorais realizadas pelo país têm uma margem de erro de três pontos percentuais abaixo ou acima do resultado apresentado. Na prática, isso quer dizer que o candidato pode ter três pontos percentuais a menos ou a mais.

Considere, por exemplo, que um candidato atingiu a porcentagem de 40% da intenção de voto. Se a margem de erro for de 3%, isso significa que o candidato pode ter 37% ou 43%, na realidade.

Qual a importância da pesquisa eleitoral 2020?

A pesquisa eleitoral influencia diretamente na votação, uma vez que indica cenários e antecipa resultados da eleição. Com base nisso, os candidatos podem alterar sua campanha, para atingir uma melhor porcentagem e índice de aceitação.

Isso é nítido quando sai o resultado de uma pesquisa e no dia seguinte um determinado candidato muda sua campanha ou discurso, passando a direcionar sua atenção a um grupo específico.

Por exemplo, se uma pesquisa apontar que um candidato não é tão popular entre as mulheres, que são a maior parte do eleitorado, ele passará a focar seu discurso nesse público, para atrair seu voto.

Além disso, a pesquisa também é importante para os eleitores, que conseguem acompanhar a intenção de voto nacional ou regional e saber se seu candidato tem chances de vencer.

Paralelamente, o resultado também leva o eleitor a votar em um candidato específico. Por exemplo, quando está indeciso, o eleitor tende a verificar a pesquisa e escolher entre os candidatos que estão na frente na disputa, sobretudo no dia da votação.

É por isso que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) tem uma regra que diz que para eleições de governador, senador e deputado federal, estadual e distrital, a pesquisa de intenção de voto feita no dia da votação só pode ser divulgada na imprensa a partir das 17 horas. Já para o cargo de presidente, somente quando as votações forem encerradas nacionalmente.

Instituto de pesquisa eleitoral

Os institutos de pesquisa eleitoral mais conhecidos e confiáveis no Brasil são o Datafolha e Ibope. Comumente, eles são contratados por jornais e emissoras de televisão para realizar as pesquisas no período eleitoral.

Gilmar Penter
Fotógrafo, ator e comunicador é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Comente