Início » Partidos Políticos » SOLIDARIEDADE – História do partido, Ideologia e Lista de candidatos

SOLIDARIEDADE – História do partido, Ideologia e Lista de candidatos

O Solidariedade é um partido político brasileiro relativamente novo. Surgiu em 2012, sendo registrado oficialmente um ano depois, em 2013. Dentre as bandeiras do partido estão o trabalhismo, o humanismo sistêmico e a social-democracia.

Em 2018, o Solidariedade ficou em 18.º na lista de maiores partidos brasileiros, com 216.036 filiados.

Surgimento do SOLIDARIEDADE

O partido Solidariedade surgiu a partir da organização entre representantes da sociedade, representantes estes insatisfeitos com o rumo que o país havia tomado, com o intuito de manter a chama da esperança acesa e, através das mudanças propostas por este novo partido, fazer o Brasil se desenvolver.

Surge, assim, o partido Solidariedade, fundado em 25 de outubro de 2012, alcançando o registro em 24 de setembro de 2013.

Desde a sua fundação, o partido sempre teve uma relação muito próxima com os movimentos sociais e, principalmente, com membros e líderes da causa trabalhista, que inclusive auxiliaram o partido a se firmar como tal e a obter o registro junto ao TSE.

No início, o partido até tentou adotar uma sigla: inicialmente SDD e depois apenas SD, mas resolveu por abrir mão de uma, atitude que o partido mantém até hoje.

Eleições de 2014 e 2018

Apesar da tendência à Esquerda (Centro-esquerda), embora frequentemente seja considerado um partido de Centro, o Solidariedade já surgiu opondo-se ao Partido dos Trabalhadores (PT), que à época estava no poder, principalmente por conta do escândalo do Mensalão, ocorrido entre 2005 e 2006, que afetou diretamente o PT.

Por conta disso, nas eleições de 2014, o Solidariedade apoiou a candidatura de Aécio Neves, lançado pelo PSDB, integrando a coligação “Muda Brasil”.

Além disso, nas eleições daquele ano, o partido elegeu: 18 deputados federais e 23 deputados estaduais, além de filiar 24 deputados federais, 21 deputados estaduais, 1 vice-governador, 1 senador, mais de 200 prefeitos, 100 vice-prefeitos e aproximadamente 3.000 vereadores.

Nas eleições de 2018, o Solidariedade manteve o apoio ao PSDB, que nesse ano lançou como candidato à presidência Geraldo Alckmin.

Ideologia do SOLIDARIEDADE

Como o próprio nome do partido sugere, o Solidariedade é um partido que defende os ideais de solidariedade, a partir de um humanismo sistêmico, bem como a valorização ao trabalho humano e do desenvolvimento econômico, desde que este seja feito de maneira humanista e sustentável.

Por ser movido por esse “humanismo sistêmico”, o Solidariedade segue as seguintes diretrizes:

  • A cooperação e a solidariedade como princípios básicos e estruturantes de todas as relações sociais;
  • A valorização do trabalho humano;
  • O Desenvolvimento econômico, humano e social sustentável.

 

O Solidariedade também se coloca como um partido preocupado com os vários movimentos sociais, tais como os das mulheres, aposentados, pensionistas e idosos, jovens, movimentos sindicais, ambientais, religiosos etc.

Lideranças atuais

Deputados estaduais

  • Adriel Correia Alcantar – Sergipe;
  • Alexandre Pereira – São Paulo;
  • Aline Bezerra de Andrade – Distrito Federal;
  • Armando Vergilio dos Santos Junior – Goiânia;
  • Aureo Lidio Moreira Ribeiro – Rio de Janeiro;
  • Claudio Renato Guimarães da Silva – Rio Grande do Sul;
  • Daniel Pereira – Rondônia;
  • Epaminondas Vicente Neto – Mato Grosso do Sul;
  • Evaldo Gomes da Silva – Piauí;
  • Filipe Meirelles Xavier – Pará;
  • Geraldo Israel Milani de Nogueira – Acre;
  • João Bosco Gomes Saraiva – Amazonas;
  • Jorge Silva – Espírito Santo;
  • José Carlos Junqueira de Araújo, também conhecido como “Zé do Pátio” – Mato Grosso;
  • José Silva Soares, também conhecido como “Zé Silva” – Minas Gerais;
  • José Simplício Alves de Araújo – Maranhão;
  • Kelps de Oliveira Lima – Rio Grande do Norte;
  • Luciano Araújo de Oliveira – Bahia;
  • Luiz Alves Noronha Junior – Ceará;
  • Luiz Antônio Adriano da Silva – Amapá;
  • Manoel Alves da Silva Junior – Paraíba;
  • Marcelo Vitor Correia dos Santos – Alagoas;
  • Marcio Adriano Pauliki – Paraná;
  • Osvaldo Olavio Mafra – Santa Catarina;
  • Otaci Nascimento – Roraima;
  • Taciana Coutinho bravo – Pernambuco;
  • Vilmar Alves de Oliveira, também conhecido como “Vilmar do Detran” – Tocantins.

Deputados federais

  • Augusto Coutinho – Pernambuco;
  • Aureo – Rio de Janeiro;
  • Bosco Saraiva – Amazonas;
  • Leonardo – Mato Grosso;
  • Mariana Santos – Piauí;
  • Vanda Milani – Acre;
  • Eli Borges – Tocantins;
  • Genecias Noronha – Ceará;
  • Gustinho Ribeiro – Sergipe;
  • Lucas Vergílio – Goiânia;
  • Otaci Nascimento – Roraima;
  • Paulinho da Força – São Paulo;
  • Tiago Dimas – Tocantins;
  • Zé Silva – Minas Gerais.

Dados atuais do SOLIDARIEDADE

  • Fundação: 25 de outubro de 2012 (registro em 24 de setembro de 2013);
  • Espectro político: Centro-esquerda;
  • Ideologia: Social-democracia, humanismo sistêmico, trabalhismo;
  • Presidente: Paulo Pereira da Silva, também conhecido como “Paulinho da Força”;
  • Membros: 216.036 filiados;
  • Cores: Azul, branco e laranja;
  • Número eleitoral: 77.

Gilmar Penter
Fotógrafo, ator e comunicador é apaixonado pelas artes e pela aventura que é a vida. Nas palavras, vê uma chance de mudar o mundo, mesmo que para isso tenha que vir até ele, afinal, passa muito mais tempo no mundo da lua.

Comente